O que aprendemos com a mudança

30.12.14

Postado por Sandra

 

Passamos os últimos 13 dias em clima de mudança. E não estou falando de mudança de país, de vida. É a nossa mudança de casa. Saímos do nosso apartamento e estamos morando provisoriamente com a minha sogra, mãe do Rodolfo.

Não imaginei que em 13 anos de casamento nosso pequeno apartamento pudesse caber tanta coisa. Muuuita coisa mesmo. Despachamos quase todos os móveis e utensílios, mas o que mais tem nos cansado é trazer as coisas. Já lotamos o nosso carro umas 7 vezes e ainda tem coisas nos armários. Brinquedos, documentos, muitos papéis, inutilidades guardadas, roupas, utensílios de cozinha, roupas de cama e outras coisas que vocês imaginam que tem numa casa.

E eu nunca gostei muito de mudanças, apesar de ter mudado só quando me casei!

A lição que fica para minha vida nesse momento e que já falei várias vezes para o Rodolfo é: vou viver mais com menos lá no Japão. Não quero uma casa abarrotada e isso será porque não vou comprar as coisas desnecessárias nem por impulso. E vou me esforçar por isso!

O nosso desejo para todos vocês é que Deus os abençoe em 2015. E que possamos fazer planos para ter uma vida mais leve no ano novo!

Obrigada por nos acompanhar, só temos que agradecer por todo o carinho demonstrado nesse ano!

Feliz 2015

 

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 10

Feliz Natal!

24.12.14

Postado por Sandra

 

Eu gosto muito do Natal, talvez por ser mais caseiro adoro o clima de estar junto em família, as luzes, árvores e sim até mesmo o bom velhinho Noel, tudo isso sem esquecer de como é bom comemorar o nascimento de Cristo. Temos a tradição na família de sempre comermos juntos a ceia na véspera de Natal, esperando ansiosamente pela meia-noite e pela troca de presentes do nosso amigo secreto que sempre rende umas boas risadas.

Esse ano, apesar de estarmos seguindo a tradição de todo ano, existe uma mistura de sentimentos. Por um lado a alegria de estarmos mais uma vez reunidos como família, mas por outro aquela pontinha de tristeza pois serão alguns bons anos sem podermos ter esse tempo novamente. De todo esse processo de mudança para o Japão, a separação das pessoas que amamos e convivemos diariamente tem sido a parte mais difícil.

 

Feliz Natal!

Mas esse momento me trouxe uma reflexão sobre o Natal. A vinda de Cristo nascendo em um estábulo sujo, sendo colocado recém-nascido no local onde os animais se alimentavam (essa é a função da manjedoura) em um tempo de opressão dos romanos não deve ter sido fácil também. E mais do que isso, como a Bíblia também reforça, Jesus deixou toda a sua glória e veio para esse mundo cruel e mau. Perto do que Cristo passou por nós, ir para o Japão e estar distante dos nossos amados não é nada. E esse é o verdadeiro sentido do Natal e também o que nos motiva a continuar, pois Cristo fez isso por amor a nós.

Que esse amor que não mediu esforços nem quis o seu próprio bem estar encha os nossos corações nesse dia e em todos os outros. Mais que um Feliz Natal, desejamos a todos vocês que todos os dias de suas vidas sejam Natal e que Cristo possa nascer em nós diariamente!

Que Deus os abençoe!

 

 

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 2

Em meio ao “furacão”, um Oásis!

9.12.14

Postado por Rodolfo Veronese

 

Estamos a quase um mês da partida, e cada dia está ficando mais corrido: Resolvendo os detalhes de mudança, últimos dias de escola das meninas, do curso de japonês, últimos dias de trabalho, muitos eventos especiais na igreja etc. E em meio a esse turbilhão de coisas acontecendo, aqui estou eu em Goiânia, curtindo duas semanas de vida no campo, comendo comida caseira, fazendo novos amigos mas com uma agenda bem light e descansando bastante! Não faz muito sentido, não é?

Para mim também não fazia, quando 6 meses atrás a IMeL Diadema insistiu, especialmente a Pra. Kátia, para que eu viesse passar esse tempo aqui como parte do nosso preparo. Confesso que até colocar os pés aqui me parecia um contra senso vir. Mas eu não poderia estar mais enganado, estar aqui tem sido um carinho e um cuidado imenso de Deus, um verdadeiro Oásis. E esse é o nome do ministério aqui, Oásis, um local para pastores e missionários serem cuidados, amados e restaurados. Temos esse clima de chácara mas também muitas conversas, terapia e testes de personalidade, dons etc. Um tempo de investigar a si mesmo e se olhar no espelho.

 

Ministério Oásis

A Sandra só pôde estar no final de semana por conta do trabalho mas, mesmo assim, foi muito bom nos olharmos como casal e como família e percebermos nossas conquistas mas também as possibilidades de conflitos no Japão. Pr. Bill, líder do ministério, tem sido muito usado por Deus para nos preparar para os desafios dos próximos anos.

Isso já seria ótimo mas além disso ainda estamos fazendo bons amigos com os outros participantes da temporada.

Minha gratidão a Deus por esse tempo e também a Pra. Kátia e a liderança que insistiu para que eu viesse. E também a todos do Ministério Oásis que tem sido tão carinhosos conosco.

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 2

Reflexão aos 38

1.12.14

Postado por Sandra

 

Fiz 38 anos no último sábado (29.11), e a pergunta que tenho feito ultimamente é: estou onde gostaria de estar?

Reflexão aos 38

Eu nunca fui uma pessoa indecisa, para se ter uma ideia, já tinha decidido a minha profissão aos 14 anos, quando fazia cursinho para entrar no colégio técnico (antigamente era o ensino médio junto com o profissionalizante). Tudo bem que prestei para quatro cursos completamente diferentes (Artes Gráficas, Eletroeletrônica, Desenho de Construção Civil e Processamento de Dados… rsrsrs!!), mas o que eu queria mesmo era cursar Artes Gráficas no Senai. Depois fiz faculdade de Desenho Industrial. E era uma pessoa deslumbrada com a profissão! Comecei a trabalhar desde muito cedo na área, com 18.

Queria também casar cedo! Como namorava desde os 17, isso também foi possível, casei aos 24.

E participei de todos os Campings e acampamentos (EBF) da Igreja Metodista Livre que foram possíveis! Comecei ir à igreja com 15 anos, então fui somente em dois Campings como acampante e em outros tantos como equipe. Aproveitei muito e nesse tempo conheci muitas pessoas que me inspiraram na época e continuam sendo minha fonte de inspiração até hoje!

Outra coisa que gostaria muito de fazer e investir meu tempo seriam as viagens missionárias. Eu e o Rodolfo conhecemos o Tércio Obara, da ONG Sorrindo com Cristo. Fizemos muitas ações sociais e viagens com essa equipe. Foi tudo muito inesquecível: uma vez o Rodolfo ouviu um tiroteio quando estava (quase) dormindo no Morro da Dona Marta, no Rio de Janeiro, entre outras histórias marcantes que valem outro post.

E um outro sonho que realizei foi visitar um país necessitado do amor de Cristo. Falamos da nossa viagem ao Timor Leste (com a ONG AME) em 2004 neste post aqui. Essa viagem mudou muito nossa perspectiva de ver o mundo: nosso desejo de fazer algo pelo nosso próximo aumentou.

Depois de um tempo, veio o desejo de ver a família crescer e isso foi possível com a chegada das nossas duas pequenas. Agora sim, vejo o sentido completo da palavra “família”. Essa fase tem dado um bocado de trabalho, sobra muito pouco tempo para fazer outras coisas que gostaria, mas sei que esse trabalho mais intenso é nessa fase e um dia vai passar. Tenho que curtir e passar o tempo com as meninas, porque daqui a pouco elas crescerão.

E agora, daqui a pouquíssimo tempo, iremos para o Japão de mala e cuia. Meu sonho nunca foi morar no Japão. Oi? Apesar de todos os problemas daqui, eu amo o Brasil, nunca planejei morar em outro lugar. Mas o meu sonho maior sempre foi cumprir o chamado de Deus para minha vida, e sei que o Japão faz parte dos planos d’Ele para nós. Então estou feliz e realizada.

Olhando para trás desses meus 38 anos, sim, valeu a pena. Faria tudo de novo com o mesmo empenho. E tenho aprendido todos os dias que “o melhor lugar para se estar é no centro da vontade de Deus”, não importa onde, aqui no Brasil ou lá no Japão.

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 4

DESIGN: Sandra H. V. • programação: webonfocus