Reflexão aos 38

1.12.14

Postado por Sandra

 

Fiz 38 anos no último sábado (29.11), e a pergunta que tenho feito ultimamente é: estou onde gostaria de estar?

Reflexão aos 38

Eu nunca fui uma pessoa indecisa, para se ter uma ideia, já tinha decidido a minha profissão aos 14 anos, quando fazia cursinho para entrar no colégio técnico (antigamente era o ensino médio junto com o profissionalizante). Tudo bem que prestei para quatro cursos completamente diferentes (Artes Gráficas, Eletroeletrônica, Desenho de Construção Civil e Processamento de Dados… rsrsrs!!), mas o que eu queria mesmo era cursar Artes Gráficas no Senai. Depois fiz faculdade de Desenho Industrial. E era uma pessoa deslumbrada com a profissão! Comecei a trabalhar desde muito cedo na área, com 18.

Queria também casar cedo! Como namorava desde os 17, isso também foi possível, casei aos 24.

E participei de todos os Campings e acampamentos (EBF) da Igreja Metodista Livre que foram possíveis! Comecei ir à igreja com 15 anos, então fui somente em dois Campings como acampante e em outros tantos como equipe. Aproveitei muito e nesse tempo conheci muitas pessoas que me inspiraram na época e continuam sendo minha fonte de inspiração até hoje!

Outra coisa que gostaria muito de fazer e investir meu tempo seriam as viagens missionárias. Eu e o Rodolfo conhecemos o Tércio Obara, da ONG Sorrindo com Cristo. Fizemos muitas ações sociais e viagens com essa equipe. Foi tudo muito inesquecível: uma vez o Rodolfo ouviu um tiroteio quando estava (quase) dormindo no Morro da Dona Marta, no Rio de Janeiro, entre outras histórias marcantes que valem outro post.

E um outro sonho que realizei foi visitar um país necessitado do amor de Cristo. Falamos da nossa viagem ao Timor Leste (com a ONG AME) em 2004 neste post aqui. Essa viagem mudou muito nossa perspectiva de ver o mundo: nosso desejo de fazer algo pelo nosso próximo aumentou.

Depois de um tempo, veio o desejo de ver a família crescer e isso foi possível com a chegada das nossas duas pequenas. Agora sim, vejo o sentido completo da palavra “família”. Essa fase tem dado um bocado de trabalho, sobra muito pouco tempo para fazer outras coisas que gostaria, mas sei que esse trabalho mais intenso é nessa fase e um dia vai passar. Tenho que curtir e passar o tempo com as meninas, porque daqui a pouco elas crescerão.

E agora, daqui a pouquíssimo tempo, iremos para o Japão de mala e cuia. Meu sonho nunca foi morar no Japão. Oi? Apesar de todos os problemas daqui, eu amo o Brasil, nunca planejei morar em outro lugar. Mas o meu sonho maior sempre foi cumprir o chamado de Deus para minha vida, e sei que o Japão faz parte dos planos d’Ele para nós. Então estou feliz e realizada.

Olhando para trás desses meus 38 anos, sim, valeu a pena. Faria tudo de novo com o mesmo empenho. E tenho aprendido todos os dias que “o melhor lugar para se estar é no centro da vontade de Deus”, não importa onde, aqui no Brasil ou lá no Japão.

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 4

4 respostas para “Reflexão aos 38”

  1. Milena disse:

    Eita japa, finalmente me alcançou!
    “É nóis” nos 38!!!

    Bjks

    #japão2015 #DeusNoComando

  2. Roseli Moraes disse:

    Fiquei emocionada com suas palavras querida Sandra… lembrei daquelas 3 japinhas adolescentes… voce, Regina e Alice… sua dedicação com as EBFs e JIIMEL… lembrei também do Rodolfo, torcendo pro Jorda só pra impressionar vc…kkk… Estamos felizes por vocês… desejamos que seja um tempo de crescimento no conhecimento e na graça de Deus… e que a alegria do Senhor transborde em seus corações a cada manhã… Boa viagem e um Feliz e novo 2015 pra toda familia… bjinho de nós 3.

    • Sandra Hirayama Veronese disse:

      Obrigada, Rose!!! Ainda me lembro da bagunça que fazíamos na sua casa, muitos adolescentes!! Aprendi muito. Bjs e um feliz 2015 pra vocês 3!!

Deixe uma resposta

DESIGN: Sandra H. V. • programação: webonfocus