Vamos ao médico… em japonês

10.06.15

Postado por Rodolfo Veronese

 

Alguns momentos tem sido difíceis por não sabermos bem o japonês, o que é normal nesse processo de morar em outro país, mas semana passada tivemos a prova máxima: ir ao médico!

Já tínhamos ido ao hospital em uma consulta de rotina da Vitória (contaremos em outro post) mas, como estava programada, conseguimos que a Tiemi fosse conosco para fazer a tradução.

Semana passada a Vitória começou a ter febre e reclamar de dor de garganta, algo que acontecia também no Brasil. E decidimos levá-la ao médico, pois pelas experiências anteriores sabíamos que só antibiótico resolveria. Como foi algo inesperado, não tínhamos ninguém para ir conosco para fazer a tradução.

Apesar da dica de que em uma clínica aqui perto havia um médico que falava um pouco português, preparamos os aplicativos, o dicionário e a coragem e fomos lá, pois não sabíamos se esse médico estaria nesse dia. Ao chegar, tivemos que preencher um formulário todo em japonês com perguntas sobre doenças anteriores, etc. mas deu tudo certo, graças a Deus e ao Google Translator com sua capacidade de fotografar e traduzir os kanjis. Fizemos o pré-atendimento que foi tranquilo porque eram perguntas mais simples que Rodolfo sabe responder.

Pouco tempo depois fomos atendidos, falamos em japonês e o médico perguntou: – どの国?(De que país vocês são?) – ブラジル (Brasil) – respondemos! E então ele disse: “- Ah Brasileiros! Muito prazer, eu falo um pouco de português!” E o resto da consulta inteira foi em português, carregado no sotaque mas bem compreensível. Ufa, foi um alívio e tanto.

Na hora de pagar a consulta, primeira surpresa: não pagamos nada! Isso mesmo, a consulta é toda coberta pelo seguro de saúde público e depois fomos à farmácia e esperávamos aquela facada habitual do antibiótico e de novo não tivemos que pagar nada. Acredite se quiser! Normalmente a farmácia fica logo ao lado e eles entregam a dosagem exata que o paciente irá utilizar no tratamento. Nem mais, nem menos.

Sim, nós pagamos um seguro saúde do governo, mas ele não chega nem perto do valor que pagamos no plano de saúde particular no Brasil e nos dois casos que precisamos tivemos tudo “de graça” sem ter que pagar a mais por nada, nem ficar solicitando o tão trabalhoso reembolso. Como é satisfatório ver que nosso dinheiro pago aos cofres públicos aqui volta para nós quando precisamos. Esperamos e ainda acreditamos que um dia o Brasil seja assim também.

A Vitória melhorou e já foi na piscina da escola essa semana. Estar com o filho doente é algo que deixa qualquer pai apreensivo, sendo tudo em outra língua pior ainda, mas como é bom ter Deus e os amigos ao lado para nos ajudar nessas horas. Queremos aproveitar para deixar nossa mais profunda gratidão à Ruth, Tiemi e Jefferson que estão sempre dispostos a nos ajudar nas traduções!

Vivi bem de saúde

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 4

4 respostas para “Vamos ao médico… em japonês”

  1. eny disse:

    Igualzinho qui né Sandra! Vergonha do nosso país!
    Fico feliz em saber que Vivi está bem, bjcas na familia querida toda.

  2. flavia disse:

    minha nossa! Graças a Deus esse médico sabia português. Ufa! :)) Fico feliz que está td bem. Adorei a decoração da guirlanda! combinou com o óculos fashion! bjbj e parabéns pra Vivi!!!

Deixe uma resposta

DESIGN: Sandra H. V. • programação: webonfocus