Gospel Hip Hop Dance

19.05.16

Postado por Rodolfo Veronese

 

Muitos não sabem, mas na minha adolescência quando morava no Rio de Janeiro eu gostava de hip hop, dance music, etc. e acreditem ou não, já fui DJ! Ok, tinha meus 14 anos de idade e fazia o som da festa usando o som 3 em 1 (os mais velhos entenderão!) da minha mãe, no entanto curtia muito e fazia o trabalho bem o suficiente para conseguir cobrar por isso. Junto com um amigo, ajuntamos dinheiro o bastante para comprar equipamentos mais profissionais e antes de poder usar pra valer e decolar com a carreira de DJ, eu me mudei para São Paulo e o sonho de ser DJ acabou ficando junto com os amigos de quem sempre tive muita saudade!

Meu gosto pelo ˝puts, puts˝ continuou por um bom tempo até conhecer uma certa menina de São Bernardo do Campo que gostava de rock, ouvia 89FM e era meio grunge, que depois se tornou minha esposa.

Contudo a sementinha do hip hop sempre esteve lá e talvez por isso sempre procurei incentivar e apoiar os grupos e eventos de street dance que tivemos na igreja.

Nas idas e vindas ao Japão e contatos com organizações missionárias, e com aquela mãozinha de Deus, acabei por conhecer o João Pedro mais conhecido como JP, missionário e professor de dança de hip hop que trabalha com isso aqui na terra do sol nascente há 5 anos.

Eu gosto muito de conhecer trabalhos cristãos como esse que saem do tradicional, pois falam do amor de Deus de forma mais aberta, sem religiosidade e respeitam a cultura local, e que também acrescentam algo na vida das pessoas. O JP dá aulas semanalmente e de graça em Shinjuku, um dos bairros mais movimentados de Tóquio. O número de pessoas tem crescido bastante e todos são bem-vindos independente se frequentam uma igreja ou não.

Gospel Hip Hop Dance
Aproveitei a visita que nossa amiga Cintia, da IMeL Diadema, que foi uma das participantes do grupo de street dance que tínhamos na igreja, e depois de muitas promessas furadas para o JP, pude finalmente ir em uma aula dele e conhecer de perto o trabalho. Gostei muito e confesso que se não fosse os muitos anos, quilos e joelhos estourados eu tentaria alguns passos, mas pelo menos pude ajudar na filmagem.

Quero deixar aqui meu agradecimento ao JP pela amizade e meus parabéns pelo trabalho inspirador! Yo man! Tamo junto!

Abaixo  o vídeo da aula que eu fui!

 

vídeo hip hop JP

Clique na imagem para assistir

 

 

compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
comente 0

Deixe uma resposta

DESIGN: Sandra H. V. • programação: webonfocus